Aventura no Sítio do Picapau Amarelo

Seja parte desse universo mágico

Já que estamos em clima de festa junina, que tal levar nosso blog para dar uma volta pelo sítio? Você tem que vir nesse passeio com a gente. Então, vamos a ele!

O saudoso escritor brasileiro Monteiro Lobato nos presenteou com um legado que atravessa gerações. Lá, no longínquo ano de 1920, ele iniciou o que seria uma das mais célebres composições literárias de todos os tempos: o Sítio do Picapau Amarelo. A série de 23 livros deu vida a Narizinho, Pedrinho, Dona Benta, Tia Nastácia, Visconde de Sabugosa, Marquês de Rabicó, a irreverente Emília, a temida Cuca e muitos outros personagens.

Além dos livros, temos a presença da trama também na TV. A primeira adaptação televisiva foi em 1952, mas muitas pessoas se lembram da mais recente aparição da série em TV aberta, transmitida na Globo nos anos 2000, bem como a série de desenhos animados.

Uma grande façanha na composição dos roteiros para a televisão foi manter as características da estória juntamente com o aspecto histórico do Brasil, cada um a sua época. Você já reparou nisso? É incrível como a história se molda para apresentar os personagens e as particularidades do cenário atual.

Muita gente cresceu acompanhando a série e lendo os livros na escola. E por ter um “quê” familiar, a gente sempre identifica com a nossa própria família, principalmente se tratando do carinho dos avós. Quem não ama a avó estilo “Dona Benta”, não é mesmo?

É por isso que essa linha é uma paixão para muita gente. É uma escolha perfeita para se encantar ainda mais com o ar nostálgico do sítio mais querido do Brasil.

(Fonte: http://memoriaglobo.globo.com/)
Confira nossa galeria especial totalmente dedicada a essa turminha: